Pular para o conteúdo principal

Nathan Never e os mangás


Nathan Never é uma série de ficção científica criada por Michele Medda, Antonio Serra e Bepi Vigna publicada Sérgio Bonelli Editore desde 1991.

A série tem como referências obras diversas dentro do mundo da ficção cientifica, como a HQ policial Nathaniel Dusk de Don McGregor (roteiro)  Gene Colan (desenhos), Blader Runner, Alien, a Fundação de Isaac Asimov, Gundam, Star Trek, Patlabor, a literatura cyberpunk, entre outros. Nathan Never pode ser descrita como um misto de space opera, cyberpunk e histórias policiais (podendo ser classificado no subgênero Nova Space Opera).

Nathan Nerver não era uma HQ no estilo mangá, mas já apresentava algumas influências na criação, de acordo com Bepi Vigna diz que Akira de Katsuhiro Otomo (que ainda não havia sido lançado no Japão), 2001 Nights de Yukinobu Hoshino  e Appleseed de Masamune Shirow serviram de referências visuais para os cenários.


Nathan Never se passa num futuro pós-apocalíptico durante o século 22, o personagem título faz parte da Agência Alfa, uma agência particular de segurança, que nessa época, agências particulares são autorizadas a combater o crime.


No Brasil, Nathan Never foi lançado em 1991 pela Editora Globo, que publicou apenas 8 edições, em 1993, ainda aparece na revista Fumetti – O Melhor dos Quadrinhos Italianos, também publicada pela editora, o personagem retornou em 2005 pela Ediouro, que publicou duas edições e uma história em Seleção Tex e os aventureiros #1, publicada pela Mythos, ficando num hiato até 2018, quando teve uma nova chance pela Mythos.

Se Nathan Never não é mangá, qual o objetivo do post? Bom, o motivo é fato  da editora tem aberto espaço para autores do chamado mangá global.


Em outubro de 2014, o ilustrador Massimo Dall'Oglio se tornou um colaborador da revista Agenzia Alfa (um spin-off de Nathan Never), ilustrando a quinta história da edição 32 da revista intitulada Le due guerriere, roteirizada por Giovanni Gualdoni, na história vemos uma armadura móvel, semelhante aos mechas (robôs gigantes). A capa ilustrada por Roberto De Angelis é associada com a história. Em junho de 2015, desenha a história Crimson roteirizada por Piero Fissore publicada na edição 34, em outubro de 2016, assina a capa o miolo da edição 38, com a história I figli del Buio, roteirizada por Alessandro Russo.


Página e capa de Agenzia Alfa #32


Página de Agenzia Alfa #34


Capa e página Agenzia Alfa #38



Dall'Oglio teve outras tentativas no mangá global, entre 2007 e 2008, junto com o roteirista Andrea Iovinelli publicou a HQ Underskin pela editora francesa Les Humanoïdes Associés, famosa pela revista Métal hulant, que inspirou a revista americana Heavy Metal entre outras publicações com as brasileiras HQ - Revista do Quadrinho Brasileiro da Editora Escala e Metal Pesado da Tudo em Quadrinhos. Assim como vários autores brasileiros, os autores italianos também participação dos concursos internacionais de mangá.


Em 2009, Dall'Oglio participou do concurso Morning International Manga Competition da editora Kodansha, sendo classificado com a história Hermes, escrita por Iovinelli.

De 2011 a 2012, publicou a webcomic Sprawl, o nome é uma alusão a trilogia Sprawl de William Gibson, um dos pais do movimento cyberpunk.


Em 2017, ao lado do roteirista Adriano Barone, Dall'Oglio foi duas vezes premiados do concurso Silent Manga Auditions da editora Coamix, fundada pelos veteranos Tsukasa Hojo, Tetsuo Hara (conhecido por ilustrar a série Hokuto no Ken ou Punho da Estrela Polar, roteirizada por Buronson), Ryuji Tsugihara e o ex-editor da Weekly Shonen Jump, Nobuhiko Horie, que atua como CEO da empresa, a dupla Dall'Oglio/Batone assinou as histórias Like that old italian wine e Colosseum como Hagane Ishi, o traço de Dall'Oglio foi elogiado por Hojo, algo que foi um verdadeiro presente para a dupla, admiradores da série City Hunter de Hojo.

Em 2018, Dall'Oglio foi chamado para criar uma história sozinha para o Masterclass, que acontece quando os autores acumulam uma determinada pontuação após participar mais de uma vez,  Dall'Oglio assinado com seu próprio nome, crio o one-shot Rusty West, um sci-fi western.


Em maio de 2018, na edição 324 de Nathan Never, é publicada uma história história backup com argumento de Antonio Serra e roteiro de Adriano Barone e desenho de Massimo Dall'Oglio, a história é de 32 página é o número zero da minissérie Nathan Never Generazioni, que explora um multiverso da franquia, cada edição, uma história inspirada em alguma HQ famosa, as histórias seguintes seriam publicadas como uma revista própria, em Nathan Never Generazioni #1, também publicada em maio, Antonio Serra fez um novo argumento para a história Hell City Blues, com roteiro Giovanni Eccher e desenho de Alessandro Russo, o traço e a trama foi inspirada em Sin City de Frank Miller. Em Nathan Never Generazioni #2, publicada em junho do mesmo ano, novamente há uma inspiração declarada em um mangá, o já citado Hokuto no Ken, Hokuto no Ken começou foi publicado entre 1983 e 1988 na Weekly Shonen Jump, a história mistura elementos de ficção pós-apocalíptica, artes marciais (incluindo golpes de energia baseados no ki ou chi), a série teve vários spin-offs e inspirou várias séries na própria Shonen Jump e em outras editoras, a série original foi anunciada em 2017 pela JBC.

Il guerriero della polvere tem argumento de Antonio Serra, Giovanni Eccher, roteiro de Giovanni Eccher e desenhos de Silvia Corbetta e Mariano De Biase.


Página de Nathan Never #324
Capa de Nathan Never Generazioni #1





Capa e arte de Nathan Never Generazioni #2


Agradecimentos ao Pedro Bouça do blog EuroQuadrinhos

Fontes e referências

Sprawl: web manga gratuito di Massimo Dall’Oglio

Matéria - Nathan Never - HQManiacs

Massimo Dall’Oglio - Giocomix

Hojo Tsukasa's favourite artworks!! #01 - Hagashi Ishi


Nathan Never e il mondo tecno-manga di Massimo Dall’Oglio

Dall'Oglio alla conquista del Giappone - Sergio Bonelli Editore

Silent Manga Audition: Adriano Barone e Massimo Dall’Oglio vincono il Premio della giuria

Nathan Never: Generazioni #2 – Il Guerriero della polvere (Eccher, Corbetta, De Biase)

Nathan Never – Generazioni 2: Il guerriero della polvere, la recensione

In Giappone due fumettisti italiani sono stati premiati al Silent Manga Audition

Il Nathan Never segreto di Bepi Vigna

Massimo Dall'Oglio - Tumblr

Mariano De Biase - Tumblr

Coamix - Wikipédia em inglês

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Muttley e Rabugento

Muttley e Rabugento (Mumbly no original) são bem parecidos, nesse texto pretendo explicar as origens criativas contar um pouco da história desses personagens ao longo dos anos.

Mangás brasileiros ao longo das décadas

Esse texto é uma atualização do texto publicado no site Kotatsu Wikia, onde fui convidado a colaborar em um texto pré-existente.


Histórias em Quadrinhos em domínio público nos Estados Unidos

Quando se diz que uma obra está em domínio público, significa que seus direitos expiraram e que pode ser usada livremente. Contudo, definir o domínio público não é uma tarefa fácil.