Marcadores

quarta-feira, 29 de março de 2017

Les Pionniers de l'Espérance

Les Pionniers de l'Espérance estreou em 1945 na revista francesa Vaillant, criada por Roger Lécureux (roteiro) e Raymond Poïvet (desenhos).




Assim como Saturno contro la Terra, o plot teve influência de Flash Gordon, mas com um redirecionamento mais próximo das space operas: O planeta Radias se aproxima da Terra, para deter o planeta invasor, o Conselho Mundial envia uma nave ao espaço, a Espérance, a tripulação tem pessoas de vários lugares do mundo:  Robert (francês), conhecido como Tangha pelos habitantes de Radias, Maud (norte-americana), Rodion (soviético), Tsin-Lu ( chinesa), Wright (britânico), Tom (francês de Martinica), antecedendo tripulações de séries como Perry Rhodan e Star Trek/Jornada nas Estrelas, no decorrer da trama, o grupo é reduzido para quadro membros com a morte de Tom e Wright.

Entre 1947 e 1954, a série também foi publicada no Le Petit Journal.


Em 1966, devido o sucesso de Pif, le chien, personagem criado por José Cabrero Arnal em 1948, a revista Vaillant passa a se chamar Vaillant, le journal de Pif, a exemplo de outras publicações juvenis como Le Journal de Spirou, Le Journal de Tintin e Le journal de Mickey (revista do Mickey Mouse), em 1969, a revista passa a se chamar Pif Gadget, por conta dos brindes que vinham encartados. Pif ficou conhecido no Brasil primeiramente nos anos 50 como Pif, o cãozinho na editora La Selva e nos anos 90, em um desenho animado francês Spiff e Hércules (Pif et Hércule), onde contracenava com um gato, o personagem chegou até mesmo ser desenhado pelo italiano Giorgio Cavazzano, quadrinista conhecido por quadrinhos Disney. Na primeira edição de Pif Gadget, Lécureux estreou uma nova ao série ao lado do desenhista André Cheret, Rahan, sobre um homem pré-histórico, embora não pareça, também pode ser classificada como ficção científica ou mesmo especulativa, uma vez que os autores imaginam como seria a vida pré-histórica (ver artigo de Octávio Aragão: Cinco filmes de Ficção Científica que você jura que não são Ficção Científica (mas são) ), a série Les Pionniers de l'Espérance continuou sendo publicada na revista Pif Gadget até setembro de 1976, com Rahan sendo publicado regularmente até 1989, em 1991, a revista foi cancelada, em 1998, Lécureux fundou uma editora e passou a dividir os roteiros com o filho, Jean-François Lecureux, vindo a falecer no ano seguinte (Raymond Poïvet também morreria no mesmo),  Jean-François Lecureux passou a escrever novas histórias com desenhos de André Cheret, embora o personagem também tenha sido desenhado pelo italiano Guido Zamperoni (1972) e o espanhol Enrique Romero (1977).


Diferente de Rahan, a série não foi publicada no Brasil, mas foi publicada em Portugal na revista Mundo de Aventuras e em formato álbum em Álbum do Cavaleiro Andante #86.


Fontes e referências

Comic History - Vaillant/Pif (1945 - 1992, 2004 - 2009)


Les Pionniers de l'Espérance - Le BdMag Exehumator


"Les Pionniers de l’Espérance : Les Hommes aux yeux d’or " de Roger Lécureux et Raymond Poïvet


Edições digitalizadas da Vaillant no site Comic Book Plus

Les pionniers de l'espérance dans Vaillant et Pif


Poïvet à "Vaillant"


Os Pioneiros da Esperança - BD Nostalgia Database Comics Portugal

Os Pioneiros da Esperança - Bedeteca Portugal

Les Pionniers de l'Espérance - Wikipedia

Les Pionniers de L'esperance II

Les Pionniers de l'Espérance - Le Petit Journal - Wikia La BD de Journal au Québec

Les Pionniers de l'Espérance - Cool French World

Les raisons de l’originalité pérenne des « Pionniers de l’Espérance »… : première partie


Les raisons de l’originalité pérenne des « Pionniers de l’Espérance »… : deuxième partie


Rahan.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário