Pular para o conteúdo principal

Argo, realidade e ficção


Em 1979, Jack Kirby foi contrato para fazer os concepts de uma adaptação do romance Lord of Light de Roger Zelazny (publicado pela editora portuguesa Europa-América com o título O Senhor da Luz), muito inspirado pela mitologia hindu, o projeto envolvia a criação de um parque temático, contudo, o filme acabou sendo cancelado, curiosamente, o projeto do filme acabou sendo rebatizado como Argo usado pela CIA e o governo da Canadá num plano de recuperação de diplomatas americanos no Irã. Em 2012, a história da missão virou um filme dirigido e estrelado por Ben Aflfleck chamado Argo, o filme toma liberdades (possivelmente por problemas de direitos autorais), Argo era um pastiche rejeitado de Star Wars, Jack Kirby é contratado pela CIA para fazer os storyboards, que se assemelham aos concepts de Ralph McQuarrie e os storyboards de Alex Tavoularis, Kirby foi interpretado por Michael Parks e os storyboards foram feitos por Len Morganti.

Na vida real, a Universal lançou duas série produzidas por Glen A. Larson: Battlestar Galactica e Buck Rogers e contratou o próprio McQuarrie para os concepts.

Em agosto de 2013, Jim Lee leiloou duas artes originais de Kirby. A revista Heavy Metal publicou duas capas usando as artes de Kirby, nas edições 273 e 276.

Concepts de Jack Kirby, fãs dos quadrinhos notam influências de outros trabalhos de Kirby, como o vilão Galactus e o Cubo Cósmico.















Capas da Heavy Metal








Storyboards de Len Morganti com participação de Michael Maher.






Links úteis


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Muttley e Rabugento

Muttley e Rabugento (Mumbly no original) são bem parecidos, nesse texto pretendo explicar as origens criativas contar um pouco da história desses personagens ao longo dos anos.

Mangás brasileiros ao longo das décadas

Esse texto é uma atualização do texto publicado no site Kotatsu Wikia, onde fui convidado a colaborar em um texto pré-existente.


Histórias em Quadrinhos em domínio público nos Estados Unidos

Quando se diz que uma obra está em domínio público, significa que seus direitos expiraram e que pode ser usada livremente. Contudo, definir o domínio público não é uma tarefa fácil.