Marcadores

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Duck Dodgers, o pato intergalático da Warner Bros.


Arte de Tom Whalen



Duck Dodgers é uma paródia de heróis espaciais "estrelada" pelo Patolino. Seu nome é uma brincadeira com o herói Buck Rogers, criado por Philip Francis Nowlan para os pulps na novela Armageddon 2419 A.D., publicada na edição de agosto de 1928 da revista Amazing Stories e adaptado em janeiro do ano seguinte para as tiras de jornal que roteirizadas pelo próprio Nowlan e ilustradas por Dick Calkins. Posteriormente, Buck Rogers foi adaptado para os cinemas, televisão, entre outros.


Conforme eu comentei no texto anterior, heróis espaciais foram bastante populares na década de 50.  A estréia do personagem foi no curta Duck Dodgers in the 24½th Century (Duck Dodgers no século 24 e meio, uma alusão a Buck Rogers in the 25th Century), de 1953, roteirizado por Michael Maltese e dirigido por Chuck Jones para a série de curtas Merrie Melodies (que inicialmente exibia curtas musicais.  Com o passar do tempo, não havia diferenças entre Merrie Melodies e Looney Tunes).  O curta mostra diversos tropos da ficção científica na época.

seriado cinematográfico estrelado por Buster Crabbe (1940)


série de televisão estrelada por Gil Gerard (1979-1981
Na trama, Dodgers é convocado por I.Q. Hi para encontrar o átomo de creme de barbear no Planeta X.  Dodgers é auxiliado pelo "Eager Young Space Cadet" (interpretado pelo Gaguinho) e  ambos acabam encontrando com Marvin, o marciano e seu cão, K-9. A disputa entre os dois foi uma alusão a disputa dos Estados Unidos e a União Soviética na Guerra Fria.



Marvin estreou no curta Haredevil Hare de 1948, onde enfrentava o Pernalonga. No curta,  também escrito por Maltese e dirigido por Jones, ele não possuía nome. Na sua segunda aparição, The Hasty Hare de 1952 (outra colaboração de Maltese e Jones), ele é chamado de  Commander of Flying Saucer X-2, em produtos licenciados, passou a ser chamado de Marvin, apesar de em  nenhum dos curtas ter sido chamado por esse nome.  Mas ele é nomeado nas animações recentes.  Seu visual lembra Marte, o deus da Guerra da mitologia romana.  Curiosamente, na revista Planet Comics da Fiction House, Marte era um vilão das histórias espaciais da revista, onde possuía pessoas para causar devastação e era retratado como um gigante.




Planeta X é um planeta hipotético desde o século XIX, que segundo os cientistas causava irregularidades na órbita de Netuno. Graças a busca pelo Planeta X que Plutão foi descoberto em 1930, mas em 2006 foi considerado pequeno demais para causar qualquer influência em Netuno. Plutão deixou de ser considerado planeta, sendo agora conhecido como planeta anão.


O nome Planeta X volta e meia aparece em obras de ficção, como no filme The Man from Planet X (1951).


Em 1956, Patolino e Gaguinho protagonizam o curta Rocket Squad, roteirizado por Tedd Pierce e dirigido por Chuck Jones, o curta é uma paródia as séries policiais Dragnet (1951-1959) e Racket Squad (1951-1953), algumas das cenas de foram reaproveitadas de  Duck Dodgers in the 24½th Century. 


Somente em 1980, Dodgers teve um segunda curta-metragem, Duck Dodgers and the Return of the 24½th Century, dirigido por Jones e roteirizado por ele e Maltese.  Além de Patolino, Gaguinho e Marvin, o curta traz a presença de Gossamer, um monstro feito de cabelo, o personagem estreou no curta do Pernalonga, Hair-Raising Hare (1946), escrito por Tedd Pierce e dirigido por Jones.  Ele não possuía nome, sendo nomeado nesse curta de 1980.



Em 1990, a editora Book Sales lança a série de livros de capa dura Looney Tunes Big Screen Storybooks, dentre os títulos estava Daffy Duck and Porky Pig in Duck Dodgers in Outer Space, escrito por Gary A. Lewis.  Nesse mesmo ano, é lançada a série Tiny Toon Adventures, produzida pela Amblin Entertainment de Steven Spielberg. A série apresentava uma nova geração de personagens de desenhos da Warner, esses eram estudantes da Looniversidade Acme, Patolino possuía um aluno chamado Plucky Duck, um pato verde. Em 4 de fevereiro de 1991 é exibido o episódio 52 chamado "The Return of The Acme Acres Zone", uma paródia de Twilight Zone, ou Além da imaginação. Nela Lilica (que ao lado de Perninha, era aluna de Pernalonga.  Lola B Bunny não havia sido criada ainda) apresentava 3 histórias, na terceira chamada Duck Doders Jr., Plucky torna-se assistente de Duck Dodgers, Marvin tinha uma sobrinha chamada Marcia (pronunciado como "MAR-shuh").





Em 1993, é lançado o jogo Daffy Duck: The Marvin Missions para SuperNintendo (SNES) e no ano seguinte uma versão para Game Boy.




Em 1996, Dodgers aparece um dos edições da revista de atividades Coloring & Activity Books da Landoll:Apollo:13 Martians:0 e Maroons Marooned.






Em 1997, é lançado o curta Marvin the Martian in the Third Dimension, apresentado em parques de diversões. No filme, Patolino está gravando cenas de um filme como Duck Dodgers onde diz que irá atacar Marte. Marvin intercepta a gravação e acredita que é um ataque real e envia K-9 para captura-lo, Dodgers vai parar Marte achando que ainda está gravando um filme. O filme foi exibido em sessões interativas, a cada vez que Patolino cuspia, o público era borrifado com água.




A trama lembra um caso real, em 1938, Orson Welles encenou no rádio uma adaptação de A Guerra dos Mundos de HG Wells, contudo, muitas pessoas que pegaram o programa sem ouvir o começo, pensaram que se tratava de uma invasão alienígena real.


O plot também lembra dois outros filmes: The Adventures of Captain Zoom in Outer Space (1995) e Galaxy Quest, chamado de Heróis Fora de Órbita no Brasil (1999).  Em ambos, atores de séries de televisão são confundidos com heróis espaciais reais e são tirados da Terra para ajudar alienígenas contra ameças.  O primeiro, estrelado por Daniel Riordan, era sobre um herói da década de 50 (nos moldes de Captain Video e Tom Corbett, Space Cadet) e contou com a participação de Ron Pearlman e Nichelle Nichols, a Tenente Uhura da série clássica de Star Trek.  Já o segundo é uma paródia respeitosa a Star Trek, estrelada por Tim Allen, Sigourney Weaver e Alan Rickman. David A. Goodman, um dos roteiristas de Captain Zoom, roteirizou episódios da série Star Trek: Enterprise e também da série animada Star Wars: Detours que seria lançada em 2016 e que acabou cancelada.






Em 1998, Dodgers e Marvin aparecem curta no Star Warners, paródia de Star Wars do desenho Pinky e Cérebro (um spin-off de Animaniacs).  também produzido pela Amblin.












 No ano seguinte, a franquia voltaria aos cinemas com o prequel Star Wars: Episódio 1 - A Ameça Fantasma. Ainda em 1998, a Warner lança duas fitas VHS para comemorar os 50 anos de Marvin:


Marvin the Martian & K-9: 50 Years on Earth, que trazia os curtas "Haredevil Hare", "Mad as a Mars Hare", "Spaced-Out Bunny", "Duck Dodgers and the Return of the 24 1/2th Century", "Lumber Jack-Rabbit" e "Hyde and Go Tweet".




Marvin the Martian: Space Tunes, que trazia os curtas:"Duck Dodgers in the 24 1/2th Century", "Hare-Way to the Stars", "The Hasty Hare", "Rocket-Bye Baby", "Jumpin' Jupiter" e"Rocket Squad".




















No ano seguinte, lançou um novo VHS chamado Marvin the Martian: Space Tunes que trazia o conteúdo das duas fitas.






O Cartoon Network elege o curta original como Desenho do Milênio, tendo como base o livro The 50 Greatest Cartoons de Jerry Beck (1994).

Em 2000, é lançado o jogo Duck Dodgers Starring Daffy Duck para Nintendo 64.




Em 2003, a Warner lança uma série de Duck Dogers exibida no Cartoon Network. Já na abertura, é contada que Dodgers foi congelado em 2003 e descongelado pelo Dr. I.Q. Hi no "século24/12". Nos créditos consta  Starring  Daffy Duck as Duck Dogers, Porky Pig as Eager Young Space Cadet, Marvin the Martian as The Martian Commander (relembrando seu nome no curta The Hasty Hare de 1952). A série cria uma nova personagem, a rainha marciana Tyr'ahnee (que lembra rainhas e princesas espaciais como Dejah Thoris,  de John Carter), o plot de animação suspensa veio de Buck Rogers, que acorda 500 anos no futuro, e foi usado em outras obras, nos anos 70, Gene Roddenberry (1921-1991), criador de Star Trek desenvolveu um piloto de uma série onde um homem chamado Dylan Hunt é despertado num futuro pós-apocalíptico, gerando três filmes para televisão: Genesis II estrelado por Alex Cord, Planet Earth de 1974, estrelado por John Saxon e Strange New World de 1975, também estrelado por Saxon. Contudo, esse não contou com a participação de Roddenberry e o herói se chama Capitão Anthony Vico. Somente em 2000, Dylan Hunt foi usado em uma série de televisão, produzida por Majel Barret, viúva de Roddenberry e estrelada por Kevin Sorbo, o Hércules da série dos anos 90.
















A música-tema foi cantada por Tom Jones, acompanhado da banda The Flaming Lips. A banda excursiona pelos gêneros Rock alternativo, rock psicodélico, rock experimental, space rock, neo-psicodelia, noise pop e post-punk e possui letras inspiradas em ficção científica (sobretudo space opera). O próprio  Tom Jones participou de um episódio. Vários personagens dos Looney Tunes aparecem, tal como Eufrazino, que foi retratado como uma paródia aos klingons de Star Trek.

Dodgers convence o Protetorado Galático (uma paródia a organizações como a Federação dos Planetas Unidos de Star Trek), que era um herói no seu tempo e torna-se um Capitão, contudo, ele tem todos os defeitos do Patolino:  arrogância, egoísmo, ganancia, preguiça e covardia, embora consiga exito em algumas ocasiões, mostrando não ser totalmente dispensável. 


No episódio 09, intitulado Green Loontern, Dodgers troca seu uniforme com a do Lanterna Verde, Hal Jordan e torna-se um Lanterna Verde, lutando ao lado da Tropa.  Embora Jordan seja dos século XX e XXI, os autores Spike Brandt e Tony Cervone ignoraram esse fato em favor do humor, o primeiro Lanterna Verde foi Alan Scott, criado em 1940 por Bill Finger e Martin Nodell,em 1959. O editor  Julius Schwartz , que havia sido editor agente literário de escritores de revistas pulps pediu que o Lanterna Verde fosse recriado como um herói de ficção científica, surge Hal Jordan, criado por John Broome e Gil Kane. Jordan recebeu um anel de Abin Sur, um Lanterna Verde a beira da morte e torna protetor do setor Setor 2814 e membro da Tropa dos Lanternas Verdes. A inspiração foi a série literária Lensman de E.E. Doc Smith, considerado o pai do gênero space opera. Green Loontern aparece como personagem jogável em Lego Batman 3: Beyond Gotham, lançado em 2014 para iOS, Windows Nintendo 3DS, OS X, PlayStation 3, PlayStation 4, PlayStation Vita, Xbox 36,0 Xbox One, Wii U e Android.






Ainda em 2003, Dodgers aparece no filme live-action com animação Looney Tunes: Back in Action, estrelado por Brendan Fraiser. O filme foi um fracasso comercial, o estúdio planejava no ano seguinte lançar nos cinemas o curta Duck Dodgers in Attack of the Drones (uma paródia a Star Wars: Episódio II: Ataque dos Clones), porém, acabou lançado na televisão apenas no Teletoon do Canadá.





A série é cancelada em 2005, após 3 temporadas e 39 episódios, porém, o personagem continuou a aparecer em quadrinhos na revista Looney Tunes entre 2004 e 2010. Ele também teve histórias anteriores a série de TV, o site Grand Comic Database registra seis histórias em quadrinho com Duck Dogers na revista Looney Tunes entre 1995 e 2002.


Em 2007, é lançado o jogo Looney Tunes: Acme Arsenal para Wii, Xbox 360 e PlayStation 2. Nele, o Patolino é um personagem jogável e pode usar a roupa e equipamentos de Duck Dodgers.



Em agosto de 2015, a DC anuncia 25 capas variantes dos super-heróis da DC com personagens dos Looney Tunes. Em janeiro de 2016, Dodgers aparece em uma capa variante de Batman Beyond #6, série que teve origem na TV  e que se passa em um futuro não muito distante, Marvin aparece em Green Lantern #46



Em fevereiro de 2017, a editora anunciou crossovers de personagens de Looney Tunes com os da DC previstos para junho do mesmo ano, Marvin foi escolhido para um encontro com o J'onn J'onzz, o Caçador de Marte (anteriormente conhecido como Ajax no Brasil), Marian Manhunter / Marvin The Martian Special #1 escrito por Steve Orlando e Frank Barberi com arte de Aaron Lopresti.







Looney Tunes #84 (janeiro de 2002), arte de Dave Alvarez



 Looney Tunes #187 (agosto de 2010), arte de Scott Gross



Arte de Craig Rousseau e Spike Brandt 



Arte de Jorge Corona














Fontes e referências

Wikipédia

Duck Dogers no Grand Comic Database


Looney Tunes DVD and Video Guide


Looney Tunes Coloring/Activity Books


Western Animation: Duck Dodgers - TV Tropes

Western Animation: Duck Dodgers in the 24½th Century - TV Tropes


Heróis do Espaço... Homens do Espaço!


Heróis Espaciais - Buck Rogers

Magic Missil Especial - Buck Rogers

Captain Space, Defender of Earth! - TV Tropes

The Captain - TvTropes

Space Dragon Mini – Adaptação do Pocket Dragon


Nenhum comentário:

Postar um comentário